Personal trainer: necessidade ou luxo?

Comparado a uma máquina, o corpo humano, às vezes, necessita de alguns reparos e de atenção especial. A falta de tempo e o cansaço são algumas das desculpas que muitas pessoas dão para justificar a ausência da prática de exercícios, mas, de acordo com o estudo Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde, o número de brasileiros que pratica atividade física regular aumentou. O percentual passou de 14,9%, em 2006, para 28,5%, em 2015.

Como se pode observar o número de pessoas sedentárias vem diminuindo. A população brasileira está procurando se exercitar regularmente e a instrução personalizada vem ganhando destaque no país, principalmente, em regiões onde o “culto ao corpo” é grande, como o Rio de Janeiro. Buscando uma maior exclusividade e privacidade, a contratação de um personal trainer vem se tornando comum.

personal_trainer
O personal trainer é um professor formado em Educação Física que organiza, acompanha e administra a rotina de atividade física de seu aluno de acordo com os seus objetivos. Ele é um profissional que está preparado para auxiliar as pessoas que não conseguem praticar atividades sem um acompanhamento particularizado. O cliente pode ainda realizar as atividades em diferentes ambientes. Pode dispor de uma academia, locais ao ar livre, como parques e até mesmo sua residência, evitando assim transtornos como trânsito e perda de tempo. Outra facilidade na contratação de um personal trainer é a adequação do horário do cliente à atividade física. Ou seja, o cliente realiza as sessões de exercícios físicos no horário que melhor lhe convier.

Os objetivos e as necessidades de cada aluno podem variar drasticamente. O que é mais importante para um, muitas vezes não é o principal para outro. Existem pessoas que necessitam de um atendimento personalizado por dificuldade em manusear os aparelhos de musculação, por algum tipo de lesão que limite seus movimentos ou alguma doença que precise de cuidados especiais para se sentirem seguras.

Mas também existe o outro lado, aqueles que querem um rendimento maior, seja por resultados semelhantes aos de atletas, ou por buscarem corpos esculturais, abdome musculoso, contorno da musculatura, ou até mesmo, aqueles que precisam “sentir no bolso” para conseguirem ter uma regularidade nas atividades, ou simplesmente por status, já que ter alguém especializado em atividade física, controlando a sua rotina, além de carregar os seus pesos, está na moda e não custa barato.

Independentemente da razão pela qual se contrata um personal trainer, o fundamental é o cliente não levar em conta apenas a aparência física do profissional e sim estar atento à sua qualificação, à sua formação acadêmica, inclusive se o profissional possui registro no Conselho Regional de Educação Física.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *