Ginástica localizada emagrece?

Assim como outras atividades físicas, a ginástica localizada promove saúde e bem-estar. Suas aulas podem ser individuais ou coletivas, devidamente ministradas por profissionais de Educação Física, com duração média de quarenta e cinco minutos, que envolvem exercícios localizados (analíticos) e generalizados (sintéticos). Mas será que praticar ginástica localizada emagrece?

Os exercícios sintéticos envolvem grandes massas musculares sinérgica ou simultaneamente, estando associados mais estaticamente aos movimentos naturais, como também às atividades aeróbicas (orgânico-geral).

Já os exercícios analíticos podem até envolver grandes grupamentos musculares, porém concentrados em determinado segmento corporal, associando-se prioritariamente aos movimentos artificiais, em especial de características anaeróbicas (neuromuscular).

ginástica localizada
A estrutura da aula é dividida em três partes: aquecimento, parte específica e relaxamento. O aquecimento visa preparar o indivíduo para a parte específica, assim como protegê-lo da ocorrência de possíveis lesões. A parte específica é responsável por desenvolver os conteúdos exclusivos visando atingir os objetivos gerais e específicos previamente planejados e definidos. E o relaxamento pretende restabelecer o indivíduo do esforço exigido durante a etapa específica, evitando o processo de fadiga, e melhorando o progresso da performance.

Emagrecer não é necessariamente reduzir o peso da balança, e sim, diminuir o percentual de gordura em relação ao seu peso corporal. A maneira mais eficiente de reduzir a gordura corporal é aumentar o gasto calórico e reduzir o consumo calórico, ou seja, seu gasto de calorias deve ser maior do que o consumo.

Manter ou reduzir o peso corporal está intimamente ligado à parte da cultura física. O exercício físico tem como características desenvolver a saúde e melhorar as questões do “culto ao corpo”. Com a ginástica localizada não é diferente, pois ativa os sistemas e órgãos, fortalece o músculo cardíaco, aumenta o gasto energético contribuindo para o emagrecimento, aumenta a massa muscular (hipertrofia), colabora para uma “boa postura”, melhora a capacidade aeróbica, possibilitando maior atividade no dia a dia e desenvolve as valências físicas: flexibilidade, força e agilidade.

Portanto, a ginástica localizada contribui para o emagrecimento, pois a sua atividade aumenta o gasto calórico. Aliando-a a dietas e hábitos de vida mais saudável, favorece o controle do peso. A redução de gordura é a combinação da dieta com exercício físico, pois quando o indivíduo faz dieta sem exercício, reduz, em maior escala, a massa muscular do que a gordura.

A atividade física, de uma maneira geral, colabora para a redução do percentual de gordura (emagrecer), pois ajuda a aumentar o gasto calórico, os níveis de massa muscular e o metabolismo do indivíduo. O importante é conciliar atividade física e alimentação, pois a eficiência na redução é maior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *