A importância do aquecimento antes da atividade física

O termo aquecimento se refere à transferência de energia térmica que produz aumento da temperatura. O caso específico do aquecimento relacionado à prática esportiva não pode fugir ao significado do termo, ou seja, aumento da temperatura, neste caso, do corpo humano. Mas, qual seria a importância do aquecimento antes da atividade física?

O corpo humano realiza suas tarefas, como as esportivas, através de atividades neurais que produzem e controlam nossas atividades musculares que aplicam força sobre os ossos e geram movimentos nas nossas articulações.

Como visto, os movimentos humanos envolvem nossos músculos, ossos e articulações, que são as estruturas que devem ser aquecidas para a prática esportiva. Todavia, como se pode aumentar a temperatura dessas estruturas? O aumento da temperatura se dá pelo movimento que produz calor “energia interna”.

Quando são realizados movimentos articulares, o fluxo sanguíneo aumenta pelo deslocamento das suas moléculas e há aumento da temperatura muscular. Nesse momento também é estabelecido o ciclo ativo de encurtamento e alongamento muscular. Da mesma forma ocorre com o líquido sinovial, substância fluida encontrada dentro da maioria das nossas articulações (diartrose), como o ombro. Fica claro que os movimentos articulares irão produzir o esperado aquecimento.

aquecimento
Quando se produzem movimentos articulares, há demanda de trabalho muscular que eleva a frequência cardíaca – entre 110 e 130 batimentos por minuto, reduzindo os riscos cardíacos – e coloca nosso coração em plena condição para suportar o esforço no esporte.

No geral, pode ser considerada a existência do aquecimento específico articular, como na repetição dos gestos esportivos, e geral, como na corrida. Esses aquecimentos são completares e possibilitam o aquecimento descrito anteriormente.

Após o aquecimento específico, pode-se, se necessário, realizar posições estáticas de alongamento com duração máxima de 10 segundos, não havendo percepção de esforço ou dor muscular, apenas a percepção do aumento do comprimento muscular com total conforto.

No frio, deve-se começar com movimentos lentos, com pouca amplitude, devendo o tempo total para o aquecimento ser maior. Quando em temperaturas mais elevadas, os movimentos articulares podem ser mais rápidos, sem exagero, e o tempo total do aquecimento ser menor.

Fatores como a idade podem afetar as condições dos tecidos de responderem ao esforço, e o aquecimento antes da atividade física deve ser condição única para o início da prática esportiva, sendo mais demorado, menos amplo nos seus movimentos, começando com poucas articulações até se conseguir movimentos combinados com duas ou mais articulações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *